Foto: União Georgiana de Rugby

Entre um jogo e outro na Geórgia, a seleção brasileira realizou uma clínica com criança do RC Sokhumi, clube georgiano oriundo da região da Abecázia que está baseado agora em Tbilisi, capital georgiana. Uma bela ação social e de desenvolvimento que os Tupis puderam participar.

A Abecázia é uma região da Geórgia com um movimento separatista (dos abecázios, um povo etnicamente distinto do georgiano) que proclamou independência e, como causa do conflito entre abecázios e georgianos, milhares de pessoas deixaram suas casas e viraram refugiados internos, com georgianos da Abecázia migrando para outras parte do país, incluindo instituições inteiras, como clubes esportivos, que vivem em exílio.

Atualmente, desde a guerra de 2008 na qual os abecázios tiveram o apoio de tropas russas, o governo georgiano não tem mais controle sobre a Abecázia que, na prática, é um país independente, mas sem reconhecimento internacional para além da Rússia e alguns poucos aliados. Em 2008, mais de 20 mil georgianos deixaram a Abecázia.

- Continua depois da publicidade -

A Abecázia se localiza no noroeste do território reconhecido internacionalmente como parte da Geórgia e conta com 250 mil habitantes.