Nesta semana, CBRu e doze clubes da elite nacional – os 8 que participaram do Super 8 e os 4 melhores da Taça Tupi – se reuniram para discutirem como será o Campeonato Brasileiro em 2017. Três importantes decisões foram tomadas:

  • – O Campeonato Brasileiro de 2017 seguirá sendo o Super 8, com 8 participantes, efetivando-se o rebaixamento do Band Saracens e a promoção do Jacareí. Porém, a competição terá um formato reduzido para 2017, sendo disputada com apenas um turno, totalizando 7 rodadas na primeira fase. Porém, serão introduzidas quartas de final e semifinais ao torneio, elevando a um total de 10 rodadas a competição (com todos os 8 times avançando À fase de mata-mata, fazendo com que os pontos corridos tenham apenas a função de definir os confrontos das quartas de final);

 

  • – Em 2018, o Campeonato Brasileiro terá novo formato, passando a ser regionalizado. Com isso, mais equipes deverão participar da primeira divisão. O modelo não foi definido ainda e a discussão se dará ao longo do próximo ano;

 

  • – Já para 2017 a CBRu irá implementar competição interacademias, envolvendo suas academias de alto rendimento. A competição irá suprir a necessidade de mais partidas de alto nível para atletas que almejam fazer parte das seleções nacionais. O modelo de disputas e as datas não foram definidas;

 

- Continua depois da publicidade -

A primeira fase do Super 8 será jogada entre os meses de julho, após os amistosos internacionais, e agosto, ao passo que o mata-mata ocorrerá em agosto e a grande final está marcada, a princípio, para o primeiro final de semana de setembro. Já o campeonato interacademias ocorrerá entre setembro e outubro.

 

Não houve ainda definições sobre a Taça Tupi, mas a competição foi incluída no calendário da CBRu.

 

Resta também saber quando ocorrerá a Repescagem entre Niterói, penúltimo colocado do Super 8 em 2016, e Poli, vice campeão da Taça Tupi em 2016, que deveria ter sido jogada neste ano, mas fora adiada por conta das discussões em aberto sobre o futuro do Super 8. A partida foi confirmada e a data será acordada entre os clubes.

 

Entre outros assuntos debatidos pela CBRu com os clubes estiveram:

  • – Pagamento de treinadores aos clubes pela CBRu. A CBRu propôs pagar os salários de treinadores de ponta aos clubes, porém a entidade deixaria de pagar as viagens do Super 8 às equipes. Por decisão unânime, os clubes rejeitaram a proposta, optando pelo custeio das viagens;
  • – Inversão do calendário nacional: a CBRu levantou a possibilidade de para 2018 os campeonatos nacionais abrirem a temporada e os estaduais a encerrarem, sendo o inverso do que ocorre hoje. Tal modelo é adotado hoje na Argentina. A discussão será retomada no próximo ano;

 

Foi ainda colocado em dezembro a disputa do Super Sevens Masculino. A competição também será disputada em fevereiro e março, o que significa que ela poderá voltar a ser no fim da temporada (como já foi), e não mais no início, fazendo de 2017 um ano com dois circuitos.
 

E o feminino?

No calendário de competições publicado pela CBRu está previsto o aumento do Super Sevens Feminino de 4 para 6 etapas, voltando a quantidade de torneios disputados antes de 2016. O Torneio Qualificatório, que definirá todos os times fixos, ocorrerá em março (dias 25 e 26) e o circuito terá início mais cedo, em maio, encerrando-se também mais cedo, em outubro.

 

A novidade maior é que também entre maio e outubro, em paralelo ao Super Sevens, deverá ser disputado também um circuito feminino interacademias.

 

Juvenis jogando mais

Os torneios interacademias estão igualmente projetados para o juvenil. E com a novidade do possível retorno de torneios de XV, entre março e agosto. Em adição ao XV juvenil, haveria também um circuito juvenil interacademias, a ser disputado em paralelo, entre abril e outubro. Como todos os torneios interacademias, os formatos e funcionamento deverão ser esclarecidos e confirmados no início do próximo ano.

 

Clique aqui para conferir a ata da reunião que definiu as competições de 2017.

 

Clique aqui para conferir o calendário de 2017 publicado pela CBRu.

 

Foto: Fotojump

14 COMENTÁRIOS