Austrália é campeã da 3ª etapa da Série Mundial de Sevens Feminina

ARTIGO COM VÍDEOS – Quem irá parar a Austrália? Se no ano passado, a hegemonia no sevens feminino mundial foi da Nova Zelândia, neste ano quem manda é a Austrália. Neste fim de semana, Atlanta, nos Estados Unidos, recebeu a 3ª etapa da Série Mundial de Sevens Feminina da temporada 2015-16, e quem levou a melhor, mais uma vez, foi a Austrália, que conquistou nada menos que seu terceiro título da temporada, mantendo 100% de aproveitamento e praticamente selando seu título, já que restam somente 2 etapas (no Canadá, nos dias 16 e 17 deste mês, e na França, nos dias 28 e 29 de maio), com as australianas somando 14 pontos a mais que as neozelandesas, vice líderes.

 

O primeiro dia de jogos, a sexta-feira, não começou bem para a Austrália, que conheceu sua primeira derrota logo de cara, caindo por 22 x 7 contra a Inglaterra, com direito a 2 tries de Emily Scarratt. Mas, as aussies reagiram na sequência vencendo a Colômbia, convidada da etapa (por 34 x 0, com direito a 5 tries de Emma Tonegato) e Fiji (22 x 5). As inglesas também bateram fijianas e colombianas e terminaram no topo do Grupo A.

 

Já o Canadá, liderado por Jen Kish, emergiu vitorioso do difícil Grupo B, deixando França e Rússia para trás. No Grupo C, o primeiro lugar ficou com a seleção da casa. Estados Unidos e Nova Zelândia deixaram para trás Japão e Espanha e duelaram na partida final, que terminou com empolgante vitórias das americanas por 12 x 5, com Jessica Javelet fazendo o try decisivo, um dos mais bonitos da temporada.

 

O sábado arrancou sem surpresas nas quartas de final, com a Inglaterra passando pela Rússia e o Canadá derrotando Fiji. Na sequência, a Austrália se reergueu e despachou os EUA, com vitória impactante por 22 x 5, que teve Tonegato cravando 2 tries no primeiro tempo, enquanto Cherry e Du Toit fecharam a conta após o intervalo. E a Nova Zelândia triunfou contra a França, 24 x 7.

 

Nas semifinais, a Nova Zelândia fez um de seus melhores jogos, derrotando a Inglaterra por 24 x 19 em jogo que as kiwis exibiram toda a sua qualidade com a bola em mãos. Portia Woodman e Sarah Goss brilharam e as neozelandesas alcançaram sua primeira final na temporada. Depois, foi a vez da Austrália bater o Canadá, 26 x 14, novamente com Tonegato se destacando com 2 dos 4 tries amarelos.

 

As finais menores viram a Irlanda alcançar seu melhor resultado até aqui, faturando a Taça Bronze ao vencer Espanha e Japão, e a os Estados Unidos se despedindo da torcida com o título da Taça Prata, com vitória sobre a Rússia, que acabou não brilhando em Atlanta. Já o terceiro lugar coube à Inglaterra, que venceu o Canadá e ganhou o quarto lugar da classificação geral, superando a França.

 

Na grande decisão, finalmente as rivais Austrália e Nova Zelândia voltaram a se encarar e as aussies começaram implacáveis, fazendo 3 tries em sequência, com Caslick, Quirck e Cherry, antes das neozelandesas reduzirem antes do intervalo, com Winiata. Parecia tudo muito fácil para as líderes da temporada e Caslick anotou o quarto try australiano após Emilee Cherry roubar a bola no breakdown. 24 x 7. Mas, como sempre em Austrália x Nova Zelândia, a emoção não estava encerrada. As neozelandesas reagiram e com tries de Woodman e Winiata se aproximaram do marcador, mas já era tarde demais. Austrália campeã, 24 x 19.

 

As seleções femininas voltarão a campo no próximo final de semana, em Langford, no Canadá, e a Austrália poderá erguer o troféu da temporada matematicamente se nenhuma grande zebra der as caras.

 

SWS 2015-16 logo

Atlanta Sevens – 3ª etapa da Série Mundial de Sevens Feminina 2015-16 – em Atlanta, Estados Unidos

Grupo A: Austrália, Fiji, Inglaterra e Colômbia

Grupo B: Canadá, França, Rússia e Irlanda

Grupo C: Nova Zelândia, Estados Unidos, Espanha e Japão

 

Sexta-feira, dia 08 de abril

*das 13h30 às 21h10, hora de Brasília

Canadá 26 x 05 Rússia

França 22 x 00 Irlanda

Austrália 07 x 22 Inglaterra

Fiji 41 x 07 Colômbia

Nova Zelândia 38 x 05 Japão

Estados Unidos 24 x 00 Espanha

Canadá 29 x 05 Irlanda

França 22 x 07 Rússia

Austrália 34 x 00 Colômbia

Fiji 07 x 28 Inglaterra

Nova Zelândia 10 x 05 Espanha

Estados Unidos 33 x 12 Japão

Canadá 17 x 12 França

Rússia 10 x 07 Irlanda

Austrália 22 x 05 Fiji

Inglaterra 45 x 00 Colômbia

Nova Zelândia 05 x 12 Estados Unidos

Japão 15 x 07 Espanha

 

Classificação

Grupo A: 1 Inglaterra, 2 Austrália, 3 Fiji, 4 Colômbia

Grupo B: 1 Canadá, 2 França, 3 Rússia, 4 Irlanda

Grupo C: 1 Estados Unidos, 2 Nova Zelândia, 3 Japão, 4 Espanha

Sábado, dia 09 de abril

*das 13h30 às 21h30, hora de Brasília

Quartas de final

Inglaterra 19 x 12 Rússia

Canadá 29 x 00 Fiji

Estados Unidos 05 x 22 Austrália

França 07 x 24 Nova Zelândia

 

Semifinais Bronze

Japão 19 x 07 Colômbia

Espanha 05 x 17 Irlanda

 

Semifinais Prata

Rússia 24 x 12 França

Fiji 0 x 38 Estados Unidos

 

Semifinais Ouro

Inglaterra 19 x 24 Nova Zelândia

Canadá 14 x 26 Austrália

 

11º lugar

Colômbia 12 x 24 Espanha

 

Final Bronze

Japão 15 x 26 Irlanda

 

7º lugar

França 28 x 0 Fiji

 

Final Prata

Rússia 7 x 19 Estados Unidos

 

3º lugar

Inglaterra 26 x 14 Canadá

 

Final Ouro

Austrália 24 x 19 Nova Zelândia

 

SeleçãoPontuação geralEtapa 5 (França)Etapa 4 (Canadá)Etapa 3 (Estados Unidos)Etapa 2 (Brasil)Etapa 1 (Emirados Árabes)
Austrália941816202020
Nova Zelândia801618181612
Canadá742012141810
Inglaterra741420160816
França601214081214
Rússia420406100418
Estados Unidos461008121402
Fiji360804061008
Espanha260610020206
Brasil*120003000603
Japão120101030304
Irlanda110302040101
Quênia*020200000000
Colômbia*010000010000
* seleções convidadas
EtapaCampeão
Etapa 1 (Emirados Árabes)Austrália
Etapa 2 (Brasil)Austrália
Etapa 3 (Estados Unidos)Austrália
Etapa 4 (Canadá)Inglaterra
Etapa 5 (França)Canadá

– Pontuação: 1º lugar, 20 pontos / 2º, 18 pts / 3º, 16 pts / 4º, 14 pts / 5º, 12 pts / 6º, 10 pts / 7º, 8 pts / 8º, 6 pts / 9º, 4 pts / 10º, 3 pts / 11º, 2 pts / 12º, 1 pt.


Comentários