Nick Abendanon

Reflexo do domínio das equipes francesas durante a fase classificatória da Champions Cup, os franceses têm mais equipes nas semifinais do torneio europeu de clubes. Duas equipes francesas (Toulon e Clermont), uma inglesa (Saracens) e uma irlandesa (Leinster) avançaram na competição. Toulon e Clermont terão o mando de campo nas suas partidas, em Marselha e St. Étienne respectivamente. Saracens e Leinster serão visitantes e terão paradas duríssimas.

Uma das semifinais é uma re-edição da semifinal da Heineken Cup em sua derradeira temporada. Clermont enfrenta o Saracens, agora em solo francês e tentará devolver a estrondosa derrota do ano passado em território inglês. A outra semifinal é o embate dos dois últimos bi-campeões da Heineken Cup. Toulon venceu as duas últimas edições (2012/13 e 2013/14) e o Leinster as duas edições anteriores (2010/11 e 2011/12).

 O jogo entre Clermont e Saracens será no sábado dia 18 de abril e a partida entre Toulon e Leinster será no domingo dia 19 de abril.

- Continua depois da publicidade -

 

Leinster não faz tries, mas vence Bath

Com o Aviva Stadium, em Dublin, lotado, o Leinster recebeu o Bath e venceu sem marcar tries. Foram seis penais de Madigan, enquanto o Bath anotou dois tries, mostrou grande capacidade ofensiva, mas falhou ao ceder muitos penais, deixando a histórica vitória escapar.

O Leinster abriu o placar logo aos 13′, com penal de Madigan. Três minutos depois, Forde perdeu a chance de empatar para o Bath, com penal para fora, mas a virada não tardou. Aos 20′, George Ford fez grande jogada, abrindo espaço na defesa do Bath com um dummy e correndo para o in-goal. Primeiro try do jogo, mas conversão perdida, 5 x 3. O precisou de poucos minutos para voltar à frente, e não largar a liderança no placar mais. Madigan chutou penal preciso, e o Bath se complicar ao perder Anthony Watson com cartão amarelo. Foram mais três penais seguidos de Madigan e 15 x 5 no intervalo. Os irlandeses detiveram mais de 65% de posse de bola, mas tiveram 66% somente de acerto em tackles, contra 90% dos ingleses. O resultado puniu, acima de tudo, a indisciplina dos visitantes.

Os donos da casa deram a largada ao segundo tempo com o domínio da bola e apostando bem no jogo de mãos. Rob Kearney arriscou sem sucesso um drop goal, aos 44′,  e quem voltou a brilhar foi George Ford. O abertura do Bath, mais uma vez, mostrou sua categorias, aplicando ou dummy para se infiltrar na defesa em velocidade e desferir um offload para o segunda linha Stuart Hooper cravar o segundo try inglês, reduzindo para 15 x 12. Madigan fez a torcida dublinense respirar com penal aos 52′ e os irlandeses seguiram superiores no scrum, arrancando novo penal para Madigan arrematar. O Bath seguiu perigoso, George Ford chutou com precisão um penal e deixou os ingleses a 3 pontos do empate. Mas, a chance final não veio. 18 x 15, números finais.

 

Clermont não deixa chances ao Northampton Saints

Jogando em casa, é notório que o Clermont é praticamente imbatível. E nesse sábado os Jaunards chegaram à impressionante marca de 23 vitórias seguidas em casa em copas europeias. Foi um massacre sobre o líder e atual campeão inglês Northampton Saints, que não viu a cor da bola e sucumbiu por 37 x 5.

Foi um primeiro tempo monumental dos Auvergnats, que abriram o placar com penal aos 4′, de Broke James, e chegaram a seu primeiro try logo aos 12′, com Nakaitaci, que marcou um tryzaço, costurando a defesa inglesa e apoiando a bola no limite da área de meta. Os franceses seguiram irresistíveis, James arrematou mais um penal e Myler jogou para fora o primeiro penal para os Saints. A linha dos anfitriões seguiu levando perigo, aos 30′, após grande ação de Abendanon e Nalaga, Nakaitaci recebeu o passe longo de James e cravou na ponta o segundo try, desmontando de vez a defesa inglesa, que cederia ainda mais um try antes do intervalo, de Fofana. 27 x 0, só na primeira etapa.

No segundo tempo, James somou novo penal logo após o reinício e, aos 54′, Abendanon deu o golpe de misericórdia, arrancando a bola das mãos de George Pisi para arrancar mais de metade do campo rumo ao try. 37 x 0. A vitória já assegurada fez o Clermont reduzir seu ritmo e Northampton saiu de campo com um try de honra, aos 66′, com Waller. Clermont na semifinal, com louvor. 

 

Com chute de Bosch nos acréscimos, Saracens avança às semis (por Luis Kolle)

O palco foi o Estádio Olímpico Yves-du-Manoir. O mandante do jogo foi o Racing Metro 92, equipe parisiense que está em quarto lugar no campeonato francês, o TOP14. O visitante, Saracens, equipe londrina que é vice-líder na Premiership, o campeonato inglês. Mesmo o jogo sendo na França, o Saracens saiu de lá classificado para as semifinais graças a um chute de longa distância em um penal cobrado com maestria pelo centro argentino Marcelo Bosch já nos acréscimos, assinalando os últimos dos 12 pontos dos londrinos. Placar final Racing Metro 11 x 12 Saracens.

O primeiro tempo foi disputado e sem muita emoção. O Racing Metro conseguiu um try com Maxime Machenaud e assustou o Saracens, mas jogando bem na base, os Saracens conseguiram penais importantes que, convertidos por Charlie Hodgson (2), deixaram a liderança no placar para o time londrino ao final do primeiro tempo. Mesmo tendo Hodgson perdido dois chutes em cobranças penais na primeira etapa.

 A segunda etapa foi marcada pelo equilibrio entre as duas equipes principalmente nos erros de fundamentos. Muitos knock-on’s, falhas em rucks e laterais implicaram em jogadas incompletas das equipes que avançavam e tropeçavam em seus próprios erros. E a pontuação é reflexo disto, somente pontos de cobranças em penais: Alex Goode ampliou a vantagem e Machenaud virou o placar para o Racing com três penais, o último a 10 minutos do fim do jogo. Sem mudar em nada o andamento do jogo, parecia que terminaria com a vitória do Racing, mas no minuto final em um penal cedido pela equipe parisiense, o argentino Bosch executou com excelência uma cobrança de quase do meio do campo e deu os números finais ao placar.

Saracens suou para conseguir a classificação para as semifinais e agora vai a St. Étienne enfrentar o Clermont, repetindo a semifinal da Heineken Cup na temporada passada.

 

Toulon despacha o Wasps e segue firme rumo ao TRI (por Luis Kolle)

Jogando em casa, o Toulon recebeu o Wasps, equipe tradicional inglesa que está em ascenção no campeonato inglês. O elenco estelar do Toulon não deu chances para a equipe de Coventry e a despachou em busca do tri-campeonato europeu de rugby. Toulou é o campeão das duas últimas edições da Heineken Cup, antigo formato do Campeonato Europeu de Clubes de Rugby. E nesta quarta-de-final venceu o Wasps pelo placar de 32 x 18.

A primeira etapa foi comandada em sua totalidade pelo Toulon que tinha as iniciativas mais incisivas e diretas rumo ao ingoal do adversário. E isto, desde o chute inicial. Tal ímpeto e tão bons jogadores na equipe favoreceram ao Toulon que já aos 5 minutos chegara ao primeiro try da partida, anotado por Mathieu Bastareaud que se utilizou de sua força física para penetrar na defesa dos Wasps. A equipe inglesa não foi capaz de segurar o Toulon sem cometer penalidades, que foram aproveitadas por Frederic Michalak que nesta primeira etapa converteu 5 penais e dilatou o placar para 22 x 6 ao final desta etapa.

Para o segundo tempo, o Wasps voltou com Andy Goode jogando na abertura e a equipe conseguiu armar jogadas melhores e conseguiu segurar todo o ímpeto da equipe francesa, que também deve ter se contido por causa da grande vantagem conseguida já na primeira etapa. Reagindo no jogo, o Wasps coneguiram anotar tries aos 13 e 32 minutos da segunda etapa, ambos anotados por Viliami Helu. O segundo try chegou a dar esperanças ao time de Coventry, mas logo depois o time francês anotaria outro try com Ali Williams e enterrou de vez com o sonho de reação dos Wasps.

Com a vitória o Toulon vai receber em Marselha o time do Leinster para a disputa da semifinal. Semifinal que terá os dois últimos bi-campeões do europeu de clubes de rugby.

 

champions cup logo

Rugby Champions Cup 2014-15 – Copa Europeia de Rugby

Quartas-de-final

Leinster copy18versus15Bath rugby badge copy

Leinster (Irlanda) 18 x 15 Bath (Inglaterra), em Dublin

 

clermont copy copy37versus05Northampton saints badge

Clermont (França) 37 x 5 Northampton Saints (Inglaterra), em Clermont-Ferrand

 

racing métro logo novo copy 11versus copiar12Saracens copy copy

Racing Métro (França) 11 x 12 Saracens (Inglaterra), em Paris

 

Toulon copy32versus18wasps logo novo copy

Toulon (França) 32 x 18 Wasps (Inglaterra), em Toulon

 

Semifinais

Horários de Brasília

Dia 18 de abril

Toulon copyversusLeinster copy

11h15 – Toulon x Leinster, em Marselha

 

Dia 19 de abril

clermont copy copyversusSaracens copy copy

11h15 – Clermont x Saracens, em St. Étienne