London Irish e Saracens se enfrentarão em Nova York no St. Patrick’s Day

A Premiership inglesa confirmou hoje que a partida entre London Irish e Saracens, no dia 12 de março, acontecerá em Nova York, nos Estados Unidos! Essa será a primeira partida na história do Campeonato Inglês a ocorrer fora da Inglaterra e o palco escolhido foi a Red Bull Arena, com 25 mil lugares, casa do time de futebol New York Red Bulls, da MLS.

 

A proposta do London Irish de levar sua partida para a Big Apple é mais de justificada: o clube londrino de origem irlandesa quer aproveitar as festividades para o St. Patrick’s Day na cidade e capitalizar no interesse pelas raízes irlandesas gerado pela data.

 

Em 2011, Wasps e Harlequins se enfrentaram em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, em partida válida pela LV= Cup.

 

Liga profissional nos Estados Unidos: capítulo novo

O interminável papo sobre a criação de uma liga profissional nos Estados Unidos ganhou mais uma página. O site Americas Rugby News revelou que mais uma iniciativa está sendo levada a cabo para a criação da tão sonhada liga. Ao contrário das demais tentativas de criação de ligas nos EUA, como a tão falada NRFL, o novo projeto optou pela discrição e só se pronunciará quando estiver mais avançado. Pelo comentado pelo site, a frente do projeto estaria o empresário Doug Schoninger, Stadium Capital Financing Group, e a rede de TV NBC estaria envolvida.

 

A proposta da liga seria começar de forma modesta, com cinco ou seis franquias, sendo ao menos uma delas baseada no Canadá.

 

Mas, hoje, como funciona o rugby XV masculino dos Estados Unidos? O país conta com um sistema regionalizado de competições, baseado em clubes, com duas ligas principais: a American Rugby Premiership, com seis clubes da Costa Leste, associada à USA Rugby (entidade máxima do rugby no país) e a Pacific Rugby Championship, com sete clube da Costa Oeste, independente. A eles se soma o Seattle Saracens (filiado ao Saracens, da Inglaterra), que joga a liga da província canadense da Colúmbia Britânica, a mais forte do Canadá, por conta da proximidade geográfica.

 

Além dessas duas grandes ligas, cada região dos Estados Unidos conta com sua própria liga, sendo que ao final da temporada – em maio ou junho – os campeões regionais se enfrentam em um mata-mata nacional, com quatro partidas até a final apenas, o chamado National Championship. Até 2012, os principais clubes do país jogavam uma liga nacional, a Super League, que, no entanto, foi abandonada pelos custos elevados, que levaram vários clubes a desistirem do torneio.

 

No XV feminino, contudo, segue tendo uma liga puramente nacional, a Women’s Premier League, com oito clubes, divididos em dois grupos regionais, leste e oeste, com apenas 8 rodadas – seis na fase de grupos e duas de mata-mata.

 

Confira os atuais participantes das grandes ligas dos Estados Unidos (em parênteses as regiões onde se localizam os clubes):

 

Pacific Rugby Premiership: Belmont Shore (Los Angeles), Denver Barbarians (Denver), Glendale Raptors (Denver), Olympic Club (San Francisco), OMBAC (San Diego), Santa Monica RFC (Los Angeles) e San Francisco Golden Gate (San Francisco);

American Rugby Premiership: Boston Irish Wolfhounds (Boston), Boston RFC (Boston), Life University Running Eagles (Atlanta), Mystic River Rugby (Boston), New York Athletic Club (Nova York) e Old Blues (Nova York);

Women’s Premier League: Grupo Oeste – Glendale Raptors (Denver), Oregon Sports Union (Portland), Berkeley All Blues (San Francisco), San Diego Surfers (San Diego) / Grupo Leste – Twin Cities Amazons (Minneapolis), New York Rugby (Nova York), Atlanta Harlequins (Atlanta) e D. C. Furies (Washington).

Comentários