Stade Français e Toulouse vão às semifinais do Top 14

Os melhores da temporada regular levaram a vantagem nas barrages do Top 14 francês! Stade Français e Toulouse bateram, respectivamente, Racing Métro e Oyonnax e avançaram à fase semifinal da competição. O Stade Français fez o grande clássico de Paris contra o Racing Métro e venceu com contundência, 38 x 15, para pensar agora em seu duelo contra o temível Toulon. Já o Toulouse suou para bater o pequeno notável Oyonnax, 20 x 19, no último jogo do histórico técnico Guy Novès no Stade Ernst-Wallon no comando do Toulouse. A vitória garantiu o Toulouse diante do Clermont no próximo final de semana.

 

As duas partidas das semifinais ocorrerão no novo Grand Stade de Bordeaux, arena recém-inaugurada do Girondins de Bordeaux, clube de futebol local, pensando na Euro 2016, o campeonato europeu de seleções de futebol, que acontece na França. Na sexta-feira, dia 5, tem Toulon x Stade Français, enquanto no sábado, dia 6, é a vez de Clermont x Toulouse.

 

Dérbi parisiense tem dono

As repescagens do Top 14 deram a largada na sexta-feira com o clássico de Paris entre Stade Français e Racing Métro, que prometia ser parelho e emocionante. Mas, o Stade Français não tardou a acabar com as chances do Racing e fez um jogo de um dono só, fechando a melancólica e decepcionante temporada do rival com um 38 x 15 na conta.

 

Logo aos 10′, o ponta fijiano Nayacalevu recebeu belo passe do italiano Sergio Parisse para cruzar o in-goal e dar o primeiro try aos donos da casa, premiando seu bom trabalho após scrum. O Stade  Français seguiu dominante nas formações e foi recompensado com penal aos 23′, bem batido por Morné Steyn, 10 x 0. A situação se deteriorou para o Racing aos 33′, com amarelo para o pilar Ducalcon, e os rosas puniram os azuis com um penal try no minuto seguinte, com o scrum do Stade Français atropelando. Foi somente no minuto final antes do intervalo que o Racing reagiu, com Machenaud cravando o try após pressão seguida no in-goal rosa. 17 x 7.

 

Ainda com um homem a mais, o Stade Français por pouco não deu seu cartão de visitas com try na largada do segundo tempo, mas Sinzelle não foi capaz de apoiar a bola no in-goal, como mostrou o TMO. No minuto seguinte, no entanto, Steyn chutou com precisão mais um penal. 20 x 7, duros de serem revertidos. Com igualdade de jogadores em campo, o Racing ainda conseguiu mais um penal, que Sexton aproveitou para deixar a diferença novamente em 10 pontos. Quatro minutos depois, Steyn deu o troco na mesma moeda, após errar drop goal, quando jogava em vantagem. Aos 59′, novo golpe do abertura sul-africano, que arrematou mais um penal, agora de 50 metros, para colocar 26 x 10 no marcador. E o dia era de Steyn, que aproveitou outro penal no scrum do Racing para colocar 29 x 10 no marcador, com apenas 17 minutos pela frente.

 

O Racing viu uma luz no fim do túnel aos 65′, quando Danty recebeu amarelo, deixando o Stade Français com 14 homens. Com espaço para trabalhar, os azuis conseguiram articular seu apático ataque e, aos 67′, Jamie Roberts, em bela jogada, rompeu a defesa rosa para fazer o segundo try do time de Colombes, mas, sem a conversão, a diferença de 14 pontos ainda se mostrava muito grande para os azuis. E, aos 70′, Steyn matou o jogo com mais um penal para o Stade Français. O Racing murchou e Steyn ainda completou seu dia com 8 penais certeiros em 8 tentativas, fechando a vitória por 38 x 15,com 28 pontos de Steyn,  devolvendo o Stade Français a uma semifinal pela primeira vez desde 2009.

 

Oyonnax não consegue estragar despedida de Novès

Anunciado como novo técnico da França após a Copa do Mundo, Guy Novès, técnico do Toulouse desde 1993, deu seu adeus em jogos em casa por seu clube com uma vitória sofrida sobre o Oyonnax, 20 x 19, garantindo sua vaga na semifinal contra o Clermont.

 

A partida começou parelha, com o Toulouse capitalizando sobre certo nervosismo dos novatos, com o inglês Toby Flood arrematando dois penais em 13 minutos. O argentino Urdapilleta reduziu com penal para o Oyonnax aos 15′, e o time do Ródano-Alpes cresceu, levando proveito sobre os muitos erros cometidos pelo Toulouse. Porém, o que parecia ser uma reação do Oyonnax virou dor de cabeça aos 30′, com o scrum-half Cibray levando amarelo em penal que Flood aproveitou para ampliar o placar para o Toulouse, 9 x 3. Entretanto, o pack do Oyonnax seguiu dominante e, mesmo em inferioridade numérica, o pequeno rubronegro garantiu seu try antes do intevalo, virando o placar. Paea, aos 38′, finalizou após a pressão do Oyonnax, e a conversão de Urdapilleta deu 10 x 9 para os Oyomen.

 

Na volta dos vestiários nada mudara e o Toulouse seguiu errando. O Oyonnax voltou a ter 15 em campo e não perdoou a inoperância dos occitanos, ampliando aos 45′ com penal de Urdapilleta. E tinha mais do argentino aos 50′, com novo chute de sucesso, abrindo 16 x 9. O penal fez o Toulouse acordar, e McAlister fez boa jogada para Nyanga cravar o que seria o try dos donos da casa, mas o TMO atestou que não houve o apoio. O Toulouse não se abateu e Flood chutou novo penal, para reduzir a desvantagem aos 55′. E, aos 62′, o inglês outra vez foi efetivo em penal, colocando o Toulouse a um ponto do empate. A defesa do Oyonnax voltou a fazer a diferença, segurou a pressão e, aos 69′, Urdapilleta chutou penal que parecia ser um banho de água fria na reação Toulousain. Só parecia, e a camisa pesou no fim da disputa. Aos 74′, o pilar reserva Cyril Baille quebrou a defesa do Oyonnax e cravou o try da virada do Toulouse. Sem reação, os Oyomen acusaram o golpe e a viram a derrota por 20 x 19 se consumar.

 

Fim de conto de fadas para o Oyonnax, mas a equipe da pequena cidade de 25 mil habitantes do “Vale dos Plásticos” saiu de campo de cabeça erguida. Já o gigante Toulouse segue vivo buscando seu primeiro título desde 2012.

 

Top 14 logo novo

Top 14 – Campeonato Francês

Repescagens para as Semifinais (Barrages)

Stade Français 38 x 15 Racing Métro, em Paris

Toulouse 20 x 19 Oyonnax, em Toulouse

 

Semifinais

Dia 05/06: Toulon x Stade Français, em Bordeaux

Dia 06/06: Clermont x Toulouse, em Bordeaux

Comentários