ARTIGO COM VÍDEOS – Numa temporada que tem a Nova Zelândia dominando, a 7ª rodada do Super Rugby produziu um líder sul-africano. O Stormers fez a festa na Cidade do Cabo ao derrotar o poderoso Chiefs e se igualar ao Crusaders como os únicos invictos até aqui, na ponta da classificação geral da temporada. Após a rodada, os fãs do torneio receberam a notícia da redução da competição de 18 para 15 franquias em 2018, colocando dúvidas sobre quais times serão cortados e qual será o efeito disso para o restante da temporada.

 

Crusaders, Lions, Cheetahs e Rebels folgaram na rodada.

 

- Continua depois da publicidade -

Stormers e Sharks têm desempenho de gala

Jogando na Cidade do Cabo, Stormers e Chiefs fizeram o grande jogo da jornada, que deu uma inspiradora vitória aos Stormers por 34 x 26. Logo aos 3′, Sikhumbuzo Notshe cravou o primeiro try sul-africano, mas Tony Pulu deu o troco aos 14′ com try neozelandês em lindo contra-ataque, abrilhantado pela linha dos Chiefs com direito a offloads. O jogo físico do time do Cabo seguiu e Kolisi deu a resposta com try aos 20′, mas replicado por Pulu fazendo o segundo try dos Chiefs aos 29′, de novo com contra ataque veloz saindo com passes do campo defensivo. No último lance do primeiro tempo, novamente o pack sul-africano falou alto com Robert Du Preez cravando o terceiro try, abrindo 27 x 18. Na segunda etapa, a magia virou de lado e os Stormers produziram um try magnífico, com Leyds correndo em contra ataque, apanhando chute e desferindo um passe surreal para Marais correr para o quarto try do time do Cabo. James Lowe ainda devolveria os Chiefs ao páreo com try aos 58′, mas os Stormers manejaram o jogo no restante da partida a seu favor e asseguraram a grande vitória.

 

Outro sul-africano que brilhou foi o Sharks, derrotando em casa os argentinos do Jaguares por 18 x 13, em partida física, de poucos espaços. Jacobus Reinach inaugurou o placar para o time de Durban logo aos 6′, em contra golpe mortal. Os sul-africanos ainda perderam try com Curwin Bosch na ponta e foram superiores no começo do jogo. Sánchez ainda manteve os sul-americanos no páreo com 2 penais antes do intervalo, mas os Sharks morderam forte no começo do segundo tempo Andre Esterhuizen. Os Jaguares reagiram e conseguiram seu try aos 62′ com Creevy no pick and go. Porém, Bosch esfriou a reação final com um último penal para os alvinegros.

 

Sunwolves festeja primeira vitória e Force salta na classificação

Em Tóquio, o Sunwolves fez a festa da torcida japonesa conquistando sua primeira vitória na temporada. 21 x 20 sobre os Bulls, naquela que também foi a primeira vitória do Sunwolves sobre um time sul-africano. A qualidade ofensiva do japoneses vem chamando a atenção e logo aos 7′ saiu seu primeiro try em corrida de Warren-Vosayaco. O Bulls respondeu com try aos 13′, de Odendaal, mas falhou em se impor ao longo da partida e só voltou a cruzar o in-goal aos 64′ com Ismaiel. No fim, os japoneses cresceram, aproveitaram o cartão amarelo a Jan Serfontein e reduziram com tries de Nakazuru, aos 70′, e de Yu Tamura, no minuto seguinte. Aos 75′, veio o golpe final, com penal chutado pelo próprio Tamura.

 

No domingo, o Western Force protagonizou um jogão com o Kings, entre dois times pouco badalados, mas que rendeu à agremiação de Perth a vice liderança da Conferência Australiana. 46 x 41 em chuva de 6 tries para cada lado, com destaques para Malcolm Jaer, do Kings, com hat-trick (3 tries) em sua temporada de estreia (um deles recebendo chute de Cronjé, após malabarismo com a bola na frente da defesa), e Alex Newsome, do Force, com 2 tries. O try da vitória saiu aos 75′ em try de Ben McCalman.

 

Hurricanes, Highlanders e Brumbies conquistam vitórias maiúsculas

O Hurricanes abriu a rodada na sexta com tudo vencendo o Waratahs por 38 x 28. O jogo começou alucinante, com os ‘Canes marcando 3 tries em 12 minutos, com Laumape, Beauden Barrett e Jordie Barrett. A “pancada” foi logo assimilada pelos ‘Tahs, que reagiram com try de Hanigan, aos 18’. Mas, Wes Goosen e Mark Abbott cruzaram mais duas vezes o in-goal para os neozelandeses, naquilo que parecia o fim do jogo antes mesmo do intervalo. Os australianos, no entanto, cresceram após a volta dos vestiários e Hegarty e Gordon fizeram dois tries em 6 minutos, devolvendo as esperanças à esquadra de Sydney, reduzindo o placar para 33 x 21. Porém, Laumape, aos 53′, correu para seu segundo try, jogando um balde de água fria na reação azul. Kellaway ainda fez um último try para o Waratahs no fim, mas sem tempo para mais. Antes do apito final, Beauden Barrett ainda recebeu um atípico cartão vermelho.

 

O Highlanders, por sua vez, venceu o dérbi neozelandês da rodada contra o Blues e pulou para o quarto lugar geral. Foi o segundo jogo entre os dois times na temporada e teve um primeiro tempo movimentado, com Faumuina e Cowley-Tuioti deixando os tries para os Blues e Ben Smith para os Highlanders. O time de Auckland caiu no segundo tempo, não somou nenhum ponto e viu os donos da casa virarem com try de Ben Smith, aos 46′, e mais 2 penais vencedores de Marty Banks.

 

Já o Brumbies se fixou como o melhor da Austrália triunfando no dérbi aussie da vez contra o Queensland Reds. E não teve discussão em Canberra, com uma imposição de 43 x 10. O primeiro tempo ainda foi parelho, com 1 try para cada lado, mas os Brumbies atropelaram na segunda etapa, com mais 4 tries. Destaque para try do Brumbies com seu scrum empurrando o Reds por 15 metros.

 

Super Rugby logo

Super Rugby – Liga do Hemisfério Sul

Hurricanes 38 x 28 Waratahs

Sunwolves 21 x 20 Bulls

Highlanders 26 x 20 Blues

Brumbies 43 x 10 Reds

Sharks 18 x 13 Jaguares

Stormers 34 x 26 Chiefs

Force 46 x 41 Kings

 

EquipeConferência*PaísCidadeJogosPontos
Grupo Australásia
CrusadersNeozelandesaNova ZelândiaChristchurch1563
HurricanesNeozelandesaNova ZelândiaWellington1558
ChiefsNeozelandesaNova ZelândiaHamilton1557
HighlandersNeozelandesaNova ZelândiaDunedin1551
BluesNeozelandesaNova ZelândiaAuckland1537
BrumbiesAustralianaAustráliaCanberra1534
ForceAustralianaAustráliaPerth1526
RedsAustralianaAustráliaBrisbane1521
WaratahsAustralianaAustráliaSydney1519
RebelsAustralianaAustráliaMelbourne1509
Grupo África do Sul
LionsÁfrica 2África do SulJoanesburgo1565
StormersÁfrica 1África do SulCidade do Cabo1543
SharksÁfrica 2África do SulDurban1542
JaguaresÁfrica 2ArgentinaBuenos Aires1533
KingsÁfrica 2África do SulPorto Elizabeth1528
CheetahsÁfrica 1África do SulBloemfontein1521
BullsÁfrica 1África do SulPretória1520
SunwolvesÁfrica 1JapãoTóquio1512
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

Classificam-se às quartas de final:
- o 1º colocado de cada uma das 4 conferências*;
- mais três equipes de melhor campanha no Grupo Australásia;
- mais a equipe de melhor campanha no Grupo África do Sul;

 

Próxima rodada

Dia 14/04 – Crusaders x Sunwolves

Dia 15/04 – Reds x Kings

Dia 15/04 – Blues x Hurricanes

Dia 15/04 – Rebels x Brumbies

Dia 15/04 – Cheetahs x Chiefs

Dia 15/04 – Stormers x Lions

Dia 15/04 – Bulls x Jaguares

 

Foto: Sanzaar.com / Stormers