Top 14 retorna e Clermont segue imbatível

A França pode ter sido atropelada pelos All Blacks na Copa do Mundo, mas o Top 14 continua a todo vapor com um excelente rugby, apesar dos inúmeros desfalques por conta do Mundial.

 

O Clermont (1º) continua imbatível e isolado na primeira posição, a vítima da vez foi o Section Paloise (11º) que jogou fora de casa. A equipe amarela tem no seu encalço o Montpellier (2º) que bateu longe de casa o Grenoble (8º) e o Toulouse (3º) que atropelou o La Rochelle (13º) em casa. O supercampeão Toulon (6º) continua sua temporada decepcionante, perdendo fora de casa para o Brive (5º). Os parisienses tiveram uma boa rodada com o Racing (4º) batendo o Oyonnax (12º) no interior enquanto na cidade luz o Stade Français (10º) reencontrou o caminha da vitória diante do Castres (9º). O Bordeaux (7º) venceu fora de casa o Agen (14º)

 

Clermont continua imbatível

O time amarelo segue líder e continua jogando um rugby excepcional, batendo em casa, o Section Pauloise, por 34 a 10. Em um festival de tries os donos da casa marcaram 5 vezes com o segunda linha Sebastien Vahaamahina (duas vezes), o ponta David Strettle, o também segunda Loic Jacquet e o asa Camille Gerondeau. Os visitantes, mesmo diante de uma equipe muito superior, conseguiram fazer o try de honra, com o ponta Marika Vunibaka. O Clermont viaja para defender a liderança contra o Montpellier enquanto o Section Paloise continua na luta contra o rebaixamento em casa contra o Brive.

 

Toulouse vence em grande jogo

Os maiores campeões franceses presentearam sua torcida com um grande jogo, diante do La Rochelle. Jogo que acabou vencido pelos donos da casa por 39 a 22. Uma partida muito bem jogada onde as equipes sempre procuraram o ataque, marcando juntas 8 tries. Os donos da casa contribuíram com cinco, o abertura Toby Flood, o terceira linha reserva Gregory Lamboley, o centro Florian Fritz, o asa Talalelei Gray e o ponta Vincent Clerc entraram no in-goal. Os atlânticos, apesar da derrota fizeram uma boa partida, pondo a bola no chão com o hooker David Roumieu, o scrum-half reserva Jules Le Bail e o fullback Benjamin Lapeyre. O Toulouse agora viaja para a terra dos vinhos enfrentar o Bordeaux, que é sempre muito forte em casa enquanto o La Rochelle segue sua luta contra o rebaixamento em casa diante do Agen.

 

Montpellier conquista fortaleza dos Alpes

O Grenoble costuma ser imbatível em seu estádio, dessa vez porém a equipe não conseguiu fazer frente ao jogo eficiente do Montpellier, que volta dos Alpes com uma vitória por 31 a 19. Os donos da casa saíram de campo apenas com um penal try enquanto os visitantes, além de um penal try também, colocaram a bola no chão com o scrum-half Benoit Paillaugue e o ponta Marvin O’Connor. O Grenoble, depois da decepção em casa, tem a chance de se recuperar longe dos Alpes, diante do Castres. O Montpellier tem a dura missão de bater, em casa, o Clermont, que ainda não perdeu.

 

Toulon tropeça mais uma vez

A equipe mais rica da Europa paga o preço pelo elenco e estrelado e mostra que sem seus grandes ídolos, que disputam a copa do mundo, tem muitas dificuldades, perdendo, fora de casa para o Brive por 29 a 26, com o abertura Willem Du Plessis perdendo a chance de empatar o jogo no minuto final. A partida foi muito equilibrada, como mostra o placar, os donos da casa jogaram seu rugby tradicional, de muita dedicação e concentração entrando no in-goal duas vezes, com o centro reserva Guillaume Ribes e o srcum-half Teddy Iribaren. O Toulon não jogou seu melhor, mas mesmo assim marcou duas vezes, com o Maxime Mermoz e o ponta Lachlan Turner. O Brive conquista uma vitória importante e agora viaja para enfrentar o Section Paloise. O Toulon não tem o começo de temporada que a torcida se acostumou e agora precisa encontrar forças para se recuperar, em casa, contra o Oyonnax.

 

Stade Français sai da ultima posição

Os atuais campeões franceses fazem um início de temporada para se esquece, ocupando no início da rodada a ultima posição, e jogando um rugby absolutamente terrível. A equipe porém mostrou alguma evolução, em relação ao time de antes do descanso para a copa do mundo, vencendo em Paris o Castres por 22 a 9. Apesar do resultado positivo o jogo ficou devendo em técnica com muitos penais e apenas um try, dos donos da casa com o fullback Hugo Bonneval. O SF vence, mas ainda está longe de ser a equipe da temporada passada e tem o duro desafio de bater o Racing no grande clássico de Paris. O Castres enfrenta, em casa, o Grenoble.

 

Racing vence com muito coração

Os parisienses viajaram para enfrentar a pequena porem batalhadora equipe do Oyonnax, e precisaram de muita vontade para vencer a partida, por 18 a 9. Os visitantes foram os únicos a botar a bola no chão, vencendo a dura defesa dos donos da casa, com o fullback Johan Goosen e o centro reserva Louis Dupichot. O Oyonnax viaja para enfrentar o Toulon enquanto o Racing volta para a cidade luz onde joga o clássico de Paris contra o Racing.

 

Bordeaux inicia sua temporada

O time da terra dos vinhos tem tudo para ser grande vindo de uma região muito rica e com a maior média de público do rugby mundial a expectativa era de que esse seria o ano da equipe, frustrada pelos maus resultados do início de temporada, nesse fim de semana porem o Bordeaux finalmente mostrou sua força, batendo o Agen, fora de casa, por 31 a 16. Apesar do placar elástico o jogo foi econômico em tries com o ponta Blair Connor marcando para os visitantes e o ponta reserva Arthur Joly para os donos da casa. O Agen faz sua temporada de estreia no Top 14 e ocupa a ultima posição, o time agora viaja para enfrentar o também cambaleante La Rochelle. O Bordeaux volta para casa e tem a chance de consolidar o bom momento contra o Toulose.

 

Lyon lidera a Pro D2

Na segunda divisão, a liderança voltou às mãos do Lyon, que venceu fora de casa o decadente Biarritz, outroro potência europeia, que segue sem vencer em mais um ano na Pro D2. 19 x 16 foi o placar.

 

A vitória rendeu a liderança ao Lobos porque o então líder Aurillac saiu derrotado em Narbonne, 32 x 30.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Clermont 35 x 10 Pau

Oyonnax 9 x 18 Racing

Grenoble 19 x 30 Montpellier

Agen 16 x 31 Bordeaux

Stade Français 22 x 9 Castres

Toulouse 39 x 22 La Rochelle

Brive 29 x 26 Toulon

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

prod2

Pro D2 2015-16 – 2ª divisão do Campeonato Francês

Biarritz 16 x 19 Lyon

Bourgoin 16 x 20 Perpignan

Montauban 16 x 14 Mont de Marsan

Carcassonne 22 x 32 Bayonne

Dax 26 x 19 Provence

Tarbes 19 x 10 Béziers

Narbonne 32 x 30 Aurillac

Colomiers 26 x 16 Albi

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Lyon Lyon 30 117
Bayonne Bayonne 30 86
Aurillac Aurillac 30 81
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 30 78
Colomiers Colomiers 30 78
Béziers Béziers 30 77
Perpignan Perpignan 30 73
Biarritz Biarritz 30 64
Bourgoin* Bourgoin-Jallieu 30 62
Albi Albi 30 62
Narbonne Narbonne 30 60
Montauban Montauban 30 58
Tarbes* Tarbes 30 53
Carcassonne Carcassonne 30 49
Dax Dax 30 48
Provence Aix-en-Provence 30 46
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


 

Foto: Clermont x Pau. Rugbyrama

Comentários